28 de jul de 2011

Países que mais investirão em Pesquisas & Desenvolvimento em 2011

São Paulo - Um estudo elaborado pela organização não-governamental norte-americana Battelle mostra que alguns países emergentes já gastam mais em pesquisa e desenvolvimento do que os mais ricos. A China é o maior destaque: as previsões de gastos para 2011 mostram que o país terá o segundo maior investimento do mundo no setor, ultrapassando pela primeira vez o Japão e ficando atrás apenas dos Estados Unidos.
No ano que vem os chineses vão investir 153,7 bilhões de dólares em pesquisa e desenvolvimento, o equivalente a 1,4% do Produto Interno Bruto (PIB) previsto para o país. Em 2010, o valor destinado foi de 141,4 bilhões de dólares.
Já os americanos, no topo da lista, devem gastar 405,3 bilhões de dólares com pesquisa em 2011. Este valor representa 2,7% do PIB dos Estados Unidos no ano, previsto para chegar aos 15 trilhões de dólares.
Apesar de não figurar entre os 10 primeiros, o Brasil mostra avanços no ranking da Battelle. Em 2009 e 2010, o país ficou na 12ª colocação no ranking de 40 países, imediatamente atrás da Itália. Nestes anos o governo brasileiro investiu 18 e 18,6 bilhões de dólares em pesquisa, respectivamente.
Na lista de 2011, o Brasil ultrapassou a Itália e agora é o 11º. O valor estimado de investimentos do país no setor é de 19,4 bilhões de dólares, contra 19 bilhões dos italianos. Entretanto, mesmo com a evolução, o volume de dinheiro aplicado ainda é pequeno, proporcionalmente ao PIB brasileiro. O país investe 0,9% de sua riqueza em pesquisa, contra mais de 3% no Japão e na Coreia do Sul.
Na foto, o supercomputador brasileiro recentemente colocado em operação pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).
fonte:http://exame.abril.com.br/economia/mundo/noticias/brics-ganham-posicoes-no-ranking-dos-que-mais-investem-em-pesquisa-brasil-e-o-12o-entre-40-paises